Categoria A Motociclos

Todos os motociclos sem restrição

Categoria A

(Todos os motociclos sem restrição)

 

Documentação necessária:

– Documento de Identificação;

– Contribuinte;

– Atestado Médico;

– 2 Fotografias originais, tipo passe.

 

Para obter a categoria A – sem limite máximo no motociclo (relação potência/peso) – é necessário possuir a idade mínima de 24 anos (podendo inscrever-se durante os 6 meses antecedentes, isto é, aos 23 anos e seis meses de idade) ou 20 anos, desde que possua 2 anos de habilitação da subcategoria A2 (descontando o tempo em que tenha estado proibido ou inibido de conduzir, através de processo de autopropositura).

A par disso, o candidato deve residir em território nacional, saber ler e escrever, bem como possuir aptidão física e psicológica.

 

Relativamente às aulas teóricas, estas são presenciais e o candidato deve frequentar, pelo menos, 32 aulas – 28 aulas de teórica comum e 4 aulas específicas de motociclos–, e realizar, posteriormente, um exame teórico composto por 40 perguntas, em que pode errar até 4.

 

Os titulares da subcategoria A1 (motociclos até 125 cm3) ficam dispensados da frequência das aulas teóricas/código e do respetivo exame, tendo unicamente de realizar as aulas práticas – pelo menos, 12 aulas e 120km (os quilómetros são divididos pelas 12 aulas).

 

O exame prático contém algumas exigências mínimas, tais como, prova de manobras especiais (deslocar o motociclo sem ajuda do motor, caminhando ao seu lado, estacionar, executar manobras em marcha lenta e elevada); enfrentar eventuais características da via pública (rotundas, passagens para peões, passagens de nível, paragens de transportes públicos coletivos, inclinações acentuadas, entre outras); comportamento no tráfego (conduzir em curvas, mudar de direção, ultrapassar ou cruzar com outros veículos); preparação e controlo técnico do veículo para a segurança rodoviária, ajuste do equipamento de segurança (como luvas, botas, vestuário e capacete); proceder a verificações aleatórias sobre o estado dos equipamentos do veículo (como pneumáticos, sistema de travagem, sistema de direção, corrente, indicadores de mudança de direção, entre outros).

 

Depois de aprovado no exame prático, o titular da categoria A fica habilitado para conduzir triciclos e todo o tipo de motociclos – simples ou com carro lateral – sem qualquer restrição quanto à relação potência/peso.

 

Quando adquirir o primeiro motociclo, recomendamos que tenha em atenção alguns aspectos de segurança, como por exemplo, chegar bem com os pés ao chão quando está sentado no motociclo.

Existem muitas outras sugestões/recomendações que são referenciadas ao longo das aulas teóricas e práticas.

 

Com a formação em veículos de duas rodas pretende-se que o candidato adquira conhecimentos e práticas de comportamento, a fim de desenvolver uma condução responsável, segura e agradável, tendo sempre em conta que o imprevisto é o que qualquer condutor tem como o mais certo.

 

Boas curvas!

 

Tabela

A Idade Mínima: Motociclos: (*) 24 anos Triciclos: 21 anos Motociclos, com ou sem carro lateral, e triciclos a motor.
A carta de condução desta categoria habilita ainda a conduzir veículos das categorias A1, A2 e AM.
(*) Ou 20anos, desde que possua 2 anos de habilitação da categoria A2, descontando o tempo em que se tenha estado proibido ou inibido de conduzir.

 

NEWSLETTER

Subscreva a nossa newsletter e receba as últimas novidades no seu email.

newsletter email

PROMOÇÕES

Veja aqui todas as promoções por Escola de Condução

ver

NÚMERO VERDE GRÁTIS

Tem dúvidas? Ligue-nos que é GRÁTIS!

800 200 530

Número Verde Grátis
Horário de 2º a 6º Feira
9:00h - 21:00h
Horário de Sábado
9:00h - 13:00h
Ligue para o nosso número verde grátis 800 200 530 para obter todas as informações que necessita.
Facebook
>
Sobre a Segurança Máxima
O projecto que deu origem à criação das Escolas de Condução Segurança Máxima teve início há 16 anos atrás na Madeira. Tudo começou com o desejo e a vontade de concretizar um sonho.

Segurança Máxima - Escolas de Condução © 2016 | Desenvolvido pelos Cavalheiros do Gato de Bigode